Tá tudo bem comer na Páscoa | Marci Marciano | Consultora de Imagem

Tá tudo bem comer na Páscoa

Sempre gostei muito de chocolate, e pela primeira vez sei que tá tudo bem comer na Páscoa.
Quando tinha 8 anos, mudei pra uma cidade longe do meu pai, e ele, querendo ser o pai mais legal do mundo, aproveitou a Páscoa e me deu um ovo que batia no meu peito, sim, era grande deste tamanho, ao ponto de que tinha 5 kgs de bombons .
No primeiro dia, comi metade de uma casca, juro, passei todas as horas que estava acordada comendo chocolate, até que a noite minha barriguinha doeu demais e fui pro hospital. Resumindo, fique com infecção de urina e tive que fazer lavagem estomacal.
Acho que desde aquela época  era compulsiva, mas como tudo nos anos 90, era frescura e gulodice. Passei aquela Páscoa sem chocolate, mas quando melhorei, voltei a comer meu ovo gigantesco, mas aos poucos, hoje lembro dando risada desta história, porque levei o ovo pro meu quarto e ia comendo vários pedacinhos hahahahaha
Todo ano ganhava um ovo excepcional do meu pai, até que quando vim morar com ele, também ganhava da minha madrasta, e da “vódrasta”, e sim, sempre fui mimada com comida!
Nas Páscoas de 2015, 2016 e 2017, passei sem chocolate, por causa da enxaqueca, não podia comer, claro que o significado da data vai muito além de chocolate, pra mim que sou cristã, representa o nascimento do nosso mestre, mostrando que Ele ainda vive, por isso é tão importante pra mim. Mas a tentação de ver aquele bando de chocolate por onde passava me fazia triste, saber que não poderia comer.

Processo de cura:

2018 ainda está no começo, mas tem sido um ano incrível pra mim, a Mary O’Malley diz que quando nos curamos, podemos curar o mundo, e estou no meio do caminho rumo a esta cura.
Nunca me senti em paz na Páscoa, porque sabia que ia engordar, que ia perder o controle em frente a tanto chocolate, ou porque ia passar vontade, ou comer e sentir dor. E pela primeira vez senti paz diante da guloseima.  Parece que chocolate não me faz mais mal, passou a ser algo que gosto, que tenho uma relação mais saudável, então, comi meus ovinhos, sem dor, sem culpa, em paz, e pela primeira vez, foquei no verdadeiro significado da data que é amor.
Por isso, antes de se preocupar em engordar, agradeça por ter saúde e condições de poder comer o quanto de chocolate tiver vontade, e não se arrependa disso. Tá tudo bem comer na Páscoa, aliás, tá tudo bem comer sempre!

0 comments
0 likes
« Blazer BoyfriendVestido com tênis »

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marci Marciano

"Vejo a moda como a principal ferramenta para expressar aquilo que somos e elevar a auto estima."

Últimos Posts
Facebook
Mais Lidos
Arquivo