Jane Fonda | Marci Marciano | Consultora de moda

Jane Fonda

Toda mulher tem potencial pra ser uma diva, mas Jane Fonda se apropriou deste poder sem deixar o tempo determinar como será seu estilo.
Aprendi a admirar a Jane com minha mãe, que se refere a ela como “A mulher mais linda do mundo”, mas quando falo pra se inspirar em seu estilo pra se vestir, sempre ouço uma gargalhada, seguida do comentário: Mas ela é magra, e eu sou gordinha, jamais vou ficar bem nestes looks!
Em casa de ferreiro, espeto de pau, ainda não consegui mudar as crenças da minha mãe, mas se você passou dos 60, ou quer ajudar sua mãe, sogra ou amiga, traga ela pra este post que as dicas de hoje é pra mulheres maduras.
Estilo nada tem a ver com tipo de corpo e muito menos com idade. As roupas tem o poder de trazer confiança e mudar a relação que temos com o corpo. Mas a sociedade prega que depois de uma determinada idade temos que ter consciência de si. Ainda não entendo (ou talvez não aceite) este tipo de pensamento, já que idade não é mais um parâmetro, veja a Jane Fonda no Emmy ano passado.

Jane Fonda, no Emmy 2017

 

Dizem que mulheres maduras não podem ter cabelos compridos, franja e usar rosa, e ela divou fazendo tudo isso.
Sei que pras mulheres reais é mais difícil ter esta coragem e postura, mas se você tem vontade e se sente bonita, com qualquer uma das coisas que dizem não ser permitida pra sua idade, simplesmente use!

Dia a dia:

Vejo pela minha mãe (beijo Dona Dirce <3), que muitas mulheres maduras tem ressalvas em usar cores mais vivas, estampas chamativas e acessórios marcantes.
Por isso selecionei alguns looks de dia a dia da Jane  pra mostrar que isso não passa de ideias que foram colocadas na cabeça das mulheres, mas não é uma verdade.
Os dois looks da esquerda, de calça skinny e trench coat podem ser usados por mulheres com todo tipo de silhueta. O casaco na altura da canela, além de alongar, transmite elegância e disfarça qualquer parte do corpo que incomode.
No look da direita, o colar alonga a silhueta, mas a bota de cano médio e o cinto largo ajudam a aumentar os quadris e as pernas, então, pra quem tem coxa grossa e quadris largos, pra usar este tipo de bota, é mais interessante optar por uma camisa mais comprida na altura da coxa.

 

Como Jane é bem magrinha, usa todos os truques pra criar curvas, como cintura mais baixa, cinto mais grosso. Já pra quem quer disfarçar o volume extra, sempre opte por cintura alta e cinto mais fino.
No look do centro, ela optou por usar uma cor só, que usou um cinto mais largo, de cor que faz contraste com o look, o que criou curvas nos quadris. Pra quem quer disfarçar a região, opte por um cintura alta e cinto da mesma cor que a roupa.
O look da direita vai bem pra todas as silhuetas. A calça montaria com a bota over the knee alongam as pernas, o blazer cria linhas verticais que alongam o busto, e a combinação do tom sobre tom deixa o visual super elegante.

Casuais:

Para os eventos que precisam de mais formalidade, mas ainda não é um red carpet, Jane opta por cores neutras, mas não óbvias.
Muitas mulheres tem medo do branco, por ser uma cor que expande o olhar, e faz parecer  mais “larga”, no entanto, se usada em um look monocromático, alonga a silhueta perdendo o efeito alargador. Neste look, Jane usou blazer mas comprido e sapato de bico fino que alongam a silhueta.
No look do centro, optou por um rose, cor que muitas mulheres abandonam depois dos 20, por acharem que vão ficar com aquela aparência de tentar parecer mais jovem, no entanto é uma cor que favorece muito, além de que, o quê faz a elegância do look são as peças escolhidas, os tecidos e o caimento e aqui a cintura alta com os tecido mais soltinho cai bem para todos os tipos físicos.
À direita, a composição preto e branco trouxe um visual super elegante e fora do comum. Pra ela, que tem quadris estreitos, o corte na altura dos quadris cria curvas, mas pra quem tem volume na região é melhor optar por uma jaqueta mais curta ou mais comprida.

Looks de festa:

No red carpet é onde Jane dá seu show!
São tantos anos de videos de ginástica que a mulher se manteve magra! hahahah
Brincadeiras a parte, são nestes eventos que mostra sua silhueta sem medo e abusa das cores que dizem ser somente para mulheres mais jovens.

Vestido de festa pra todas as silhuetas:

Como sei que é uma dificuldade pra mulheres com corpos fora do padrão escolher roupas pra festa, principalmente pra quem é mais madura, trouxe algumas opções que favorecem todos os tipos de silhueta.
Ah, e se tiverem dificuldades pra encontrar modelos que favoreçam, indico a Closet.me, lá tem variedade de modelos, cores e caimentos que se adaptam a todos os tipos físicos.

Mulheres de todas as idades:

No da esquerda, o drapeado na linha da cintura ajuda a disfarçar quem tem volume da região, o decote v alonga o torso, e as mangas suavizam os braços mais gordinhos.
Este modelo é ótimo pra quem tem ombros largos, ou barriguinha e braços mais gordinhos.
O vestido do meio valoriza quem tem mais busto, porque o decote alonga e as mangas cobrem os braços. Quem tem barriguinha, este modelo disfarça a região, devido ao cinto drapeado. Este modelo também favorece quem tem quadris largos e coxas grossas, já que a saia é mais soltinha.
O look da direita, ajuda a disfarçar quem tem quadris largos, por ser mais soltinho na saia. Disfarça a barriguinha, por ter o drapeado na linha da cintura. Também é indicado pra quem tem muito busto, e não gosta de usar decotes, por a transparência mostrar o colo, que ajuda a alongar, de forma discreta.

 

O modelo da esquerda, favorece quem tem muito busto, já que as alças são grossas e ajudam na sustentação da região. Também favorece quem tem silhueta ampulheta, já que marca a cintura, e é mais solto nos quadris.
No centro, é uma modelo mais indicado para silhueta ampulheta, já que marca a cintura, e pra quem é bem magrinha e quer criar curvas.
O da direita, favorece quem quem disfarçar a barriguinha, e quem tem quadris largos e coxa grossa e quer suavizar a região.

 

Claro que todas as dicas que dei aqui é pra quem quer disfarçar o que incomoda no corpo, mas não é uma regra. O importante é se sentir confortável e usar aquilo que mostre seu melhor lado.

0 comments
0 likes
« Shorts pra baladaPesquisa: Você e a Moda »

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marci Marciano

"Vejo a moda como a principal ferramenta para expressar aquilo que somos e elevar a auto estima."

Últimos Posts
Facebook
Mais Lidos
Arquivo